O incentivo aos alunos para o maior interesse às atividades artísticas na educação básica e a melhor formação inicial do arte/educador são os temas dos trabalhos desenvolvidos pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) que serão apresentados a partir desta segunda-feira (2), no II Encontro Internacional sobre Educação Artística (2º EI_EA), na cidade do Porto (Portugal). As ações resultam do Subprojeto de Artes Visuais na Educação Básica (“Educar com Arte”), do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência da Unimontes (PIBID), realizado junto aos estudantes da Escola Municipal Dominguinhos Pereira – que funciona no Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (CAIC/Maracanã), em Montes Claros.

Representam a Universidade no país europeu o professor Eduardo Júnio Santos Moura e a acadêmica Karla Caroline Gonçalves Ruas, bolsista/PIBID do curso de Artes Visuais e co-autora de um dos trabalhos selecionados para a apresentação naquela cidade.
Voltado para a divulgação das intervenções bem sucedidas como novas alternativas de questionamento e de construção do conhecimento, o II Encontro Internacional é uma promoção da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação e da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em parceria com o Centro de Investigação e Intervenção Educativas de Porto (CIIE). As atividades prosseguem até a próxima quarta-feira (4).

TRABALHOS

A Unimontes apresenta à comunidade internacional os estudos “Educação em Artes Visuais: um relato das experiências “Pibidianas” na escola-campo de iniciação à docência”, elaborado pelo professor Eduardo Moura e pelos acadêmicos (bolsistas) Farley Santana da Silva e Patrícia Gonçalves Cordeiro; e “Ensino de Arte na Educação Básica: intervenções Pibidianas”, de autoria do próprio professor e dos universitários Karla Caroline Gonçalves Ruas e Marcos Philipe Vieira Neves.

Segundo Eduardo Moura, que será responsável pela apresentação do primeiro estudo, os trabalhos levados para Portugal apresentam os resultados das intervenções realizadas na Escola Dominguinhos Pereira no segundo semestre de 2011, “com grande contribuição para a formação acadêmica e para a comunidade atendida”, disse o autor. Por sua vez, a acadêmica Karla Caroline, que fará a segunda comunicação, explica que o estudo mostra a relação entre as artes visuais e a história cultural de Montes Claros, como fomento à pesquisa junto aos alunos da educação básica.

 

Na última sexta-feira (30), com a presença da vice-reitora Maria Ivete Soares de Almeida e de todos os bolsistas pibidianos da área de Artes Visuais, a Pró-Reitoria de Ensino promoveu a entrega simbólica das passagens áreas ao professor e à acadêmica que representam a Unimontes no evento em Portugal. “O reconhecimento internacional reflete a qualidade de nossas produções acadêmicas, além do que evidencia a importância do docente na formação de cidadãos”, considerou a vice-reitora.

A coordenadora do PIBID/Unimontes, professora Silvana Diamantino França, explica que no âmbito do Programa, a Unimontes conta com 20 bolsistas dos cursos da área de Arte – visuais (10) e música (10). “Esta é uma área (Artes) que mais necessita de professores no País, na atualidade”, completou. Segundo ela, embora as intervenções que serão apresentadas em Portugal tenham sido realizadas em 2011, desde 2009 o PIBID vem sendo desenvolvido na Escola Municipal Dominguinhos Pereira. Desde 2009, a Unimontes já conta com 119 participações em eventos através dos bolsistas do PIBID. Somente em 2011, os participantes do Programa elaboraram 264 artigos científicos.

Para a pró-reitora de Ensino, professora Anete Marília Pereira, o diferencial do PIBID está na convivência diária com o ambiente escolar abrindo novas percepções sobre a importância do docente para a sociedade. Também participaram da solenidade as professoras Elisabete Figueiredo Palma, coordenadora do curso de Artes Visuais/Unimontes, e Selma Marília de Menezes, supervisora pedagógica da Escola Municipal Dominguinhos Pereira.



 

Solenidade PIBID

Pró-reitora Anete Marília, bolsista Karla Caroline, professoras Elisabete Figueiredo Palma e Selma Marília de Menezes, Eduardo Moura, professora Silvana Diamantino e vice-reitora Maria Ivete de Almeida

 

INCENTIVO À LICENCIATURA - O PIBID é um programa do Ministério da Educação, gerenciado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), através da Coordenação da Diretoria de Educação Básica, com o objetivo principal de incentivar a formação de professores para a educação básica e a melhoria da qualidade de ensino da escola pública.

Sendo um programa de iniciação à docência, os participantes são alunos dos cursos de Licenciatura que, inseridos no cotidiano de escolas da rede pública, planejam e participam de experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar que buscam a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem.

Mais informações podem ser obtidas através dos endereços eletrônicos www.capes.gov.br e http:/www.pibid.unimontes.br.